Pós-graduação em Direito e Cidadania

ONLINE - 06 MESES ou ONLINE - 12 MESES

ÀREA DE CONHECIMENTO

Direito.

OBJETIVO

Especialização de operadores do direito, transmitindo uma visão estratégica e atual, com ênfase em situações concretas do Direito e Cidadania voltada ao papel do Estado, além de análise da jurisprudência atual, novidades legislativas e tendências doutrinárias

PÚBLICO ALVO

Bacharéis em Direito, operadores do Direito em geral, para aqueles que buscam o serviço público para realizar um trabalho relevante para a sociedade e ter a sonhada estabilidade na função.

SOBRE A FACULDADE SUPREMO 

A Faculdade Supremo (Supremo IDDE - Instituto para o Desenvolvimento Democrático Ltda.) foi credenciada pela Portaria nº 464 de 07 de maio de 2020, com autorização para funcionamento EaD e avaliada em nota 05 (nota máxima) pela Comissão Avaliadora de Credenciamento.

  • Pós-graduação em Direito e Cidadania - Conteúdo

 

ORGANIZAÇÃO DIDÁTICA E REGIME DE FUNCIONAMENTO

Início: 07/03/2022 (06 meses de duração) ou (12 meses de duração)

Carga horária total: 360 horas.

Organização acadêmica: 02 módulos técnico específico e 01 módulo elementar (Metodologia da Pesquisa e Didática do Ensino Superior).

Atividades complementares: O (a) aluno (a) será submetido a uma atividade complementar, por módulos técnicos específicos, para realização e entrega que consistirá na elaboração de texto dissertativo ou estudo de um caso concreto, sendo requisito essencial para aprovação. O calendário de atividades será disponibilizado na área do aluno.

Trabalho de Conclusão de Curso (OPCIONAL): Caso o aluno (a) faça a opção pelo TCC,  poderá escolher entre um artigo científico ou monografia, que será realizado ao final do curso em três etapas durante um período de três meses (não há defesa oral do TCC, salvo em casos específicos e com cobrança a parte).

Requisitos:

  • Possuir graduação completa em curso superior reconhecido pelo MEC na data de início do curso (não é permitido a estudantes).
  • Entrega da documentação comprobatória e contrato dentro da data limite (ver contrato).
  • Frequência mínima de 75% (setenta e cinco) da carga horária total.
  • Realização e aprovação de todas as atividades complementares de cada módulo.
  •  

CERTIFICADO CONFERIDO:

A certificação nos cursos de Pós-graduação lato sensu da Faculdade Supremo está vinculada à integralização do curso pelo discente, que inclui a avaliação e aprovação do percentual de frequência e do aproveitamento acadêmico do aluno em cada módulo ou disciplina

Para aprovação o aluno deve apresentar um mínimo de 75% de frequência e 60% de aproveitamento em cada módulo ou disciplina.

CONTEÚDO DO CURSO:

Temas

Corpo Docente

Módulo I

Direito Constitucional

Luis Henrique Linhares Zouein

Tatiana Batista

Direito Administrativo

Flávia Campos

Direitos Humanos

Henrique Guélber

Direitos da pessoa com Deficiência

Beatriz Cunha

Criminologia

Luciana Fernandes

Direito Penal

Luiza Maciel

Andrea Abritta

Aline Barroco  

Marcos Paulo Dutra

Execução Penal

Marcos Paulo Dutra

Direito Processual Penal

Marcos Paulo Dutra

Direito do Consumidor

Rafael Mendonça

Tutela Coletiva

Edilson Santana

MÓDULO II

 

Metodologia da Pesquisa

Carolina Pinheiro

Didática do Ensino Superior

(A Definir)   

 

CORPO DOCENTE/ TITULAÇÃO:

PROFESSOR (A)

TITULAÇÃO

Aline Barroco Especialista 
Andrea Abritta Garzon Especialista 
Beatriz Cunha Especialista 
Carolina Pinheiro Mestre
Edilson Santana Gonçalves Filho  Especialista 
Flávia Campos Especialista 
Henrique Guélber Mestre
José Humberto Souto Jr. Mestre 
Luciana Fernandes Mestre
Luis Henrique Linhares Zouein Especialista 
Luiza Maciel Especialista 
Marcos Paulo Dutra Mestre
Rafael Mendonça Doutor
Tatiana Batista Especialista 

Importante

  1. Aulas gravadas nos estúdios da Faculdade Supremo.
  2. O aluno poderá assistir cada aula por até 3 vezes.
  3. O acesso ao curso poderá ser feito até por 365 dias a partir do início das aulas.
  4. O curso é para fim exclusivo de estudo pessoal do adquirente, sendo expressamente vedado o acesso compartilhado e/ou a divulgação, no todo ou em parte, do conteúdo de áudio, vídeo ou material didático a terceiros.
  5. Nos termos do art. 184 do Código Penal Brasileiro, aquele que comercializar, divulgar, tornar público, compartilhar, disponibilizar para terceiros e/ou fazer o download, ainda que para fins pessoais, do conteúdo de áudio e/ou vídeo do presente site, será responsabilizado criminalmente, além de responder por perdas e danos à sociedade empresaria Supremo IDDE – Instituto para o Desenvolvimento Democrático Ltda.
  6. Não aconselhamos a utilização da tecnologia 3G. Para ter acesso aos vídeos, o aluno deverá possuir computador com acesso à internet banda larga (recomendamos internet de banda larga acima de 2 mega).

 Cancelamento

  1. Em caso de desistência, o aluno deverá fazer o requerimento via plataforma, no campo próprio dentro da área do aluno.
  2. Se as gravações das aulas já tiverem iniciado, será descontado o valor do percentual proporcional das aulas já disponibilizadas (assistidas ou não), bem como incidirá multa rescisória de 20% (vinte por cento) sobre o valor proporcional das aulas não ministradas/postadas.
  3. Caso todas as aulas já estejam efetivamente disponíveis, não será possível o cancelamento.
  4. Em nenhuma hipótese será possível a troca de um curso contratado por outro curso on-line ou presencial.
  5. Após a confirmação do pedido de cancelamento, o acesso ao curso será imediatamente encerrado, não havendo aquisição de videoaulas para acesso posterior ou permanente.

Boleto bancário à vista.

Cartão de crédito, à vista ou parcelado em até 06 vezes.

Pagamento recorrente em até 06 parcelas.

2 opções de compra
ONLINE - 06 MESES
ONLINE - 12 MESES
Depoimentos
Leonardo Rosário (Rio de Janeiro/RJ)

"Agradeço imensamente pela existência de um curso como o Supremo"

Natália Rodrigues (Bauru/SP)

"Fui aluna da Pós-graduação em 2020 e 2021 e posso afirmar que foi uma das minhas melhores escolhas"

Diego Augusto (Belo Horizonte/MG)

"Tive uma excelente experiência como aluno da pós-graduação do Supremo!"